quarta-feira, 14 de julho de 2010

Estratégias diferentes.

Homem X Mulher

Os especialistas em medicina do esporte conseguiram através de pesquisas e publicações ( Associação Americana do Coração - Circulation journal; Departamento de Cardiologia e Medicina Preventiva da Northwestern University - Chicago), que os exercícios físicos que geralmente adotam estratégias iguais, tendenciarão a uma estrutura modificada ao prescrever exercícios para as mulheres em relação a prescrição dos homens.

A Frequência cardíaca ou ritmo cardíaco é o número de vezes que o coração bate por minuto. A menor frequencia cardiaca registrada foi de 10 bpm (batimentos por minuto), pelo velocista Johnn Almeer.
Controle da Frequência cardíaca depende de vários fatores, tais como:

*Nível de atividade do Sistema nervoso autonomo que controla funções como a respiração, circulação do sangue, controle de temperatura e digestão.
*Ações hormonais
*fatores externos como quando se pratica exercícios ao ar livre.
Sendo assim, a mais nova estratégia adotada para as Mulheres em relação a frequência cardíaca de treino é:

FC: 206 - 88% da idade  x 50% a 85% da frequência treino

Ou seja, ao realizar exercícios físicos aeróbios acima da taxa adequada o coração trabalha mais do que poderia. A sobrecarga de trabalho cardíaco ameaça o coração. Evitando qualquer lesão no músculo cardíaco.
A atividade física é importante, porém respeitar as condições e diferenças físicas e emocionais entre homens e mulheres com a finalidade de melhorar em ambos os gêneros, o desempenho e a capacidade de recuperação do organismo após o treino é o MAIOR OBJETIVO.

Acreditar que fazer mais e durante muito tempo os exercícios,  é o melhor caminho para atingir o objetivo devido ao gasto calórico é demasiado. Há alterações hormonais que poderão modificar a meta a ser atingida.
 Então vale ressaltar que o bom senso para prática é fundamental. A recuperação é importante.

Já sabemos que: 
"Os antigos conceitos que separam mentes e corpos estão caindo por terra. Nossas cabeças estão profunda e organicamente ligadas a tudo que se passa no resto do corpo." (John A. Bargh, pesquisador)
Ótimos treinos conscientes a partir de agora.
Solicite ao profissional de educação física a prescrição adequada.
 Respeite seus limites!!!

Joana Reis

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá!
Meu nome é Naísa Modesto, trabalho na Ketchum Estratégia, uma agência de relações públicas. Tudo bem? Gostaria muito de sugerir uma pauta para o seu blog. Para qual e-mail posso escrever? Meu contato é digital1@ketchum.com.br.
Obrigada!
Naísa

Joana Reis disse...

Naísa Modesto!!
Entre em contato através do e-mail:
joanapersonaltrainer@yahoo.com.br

Atenciosamente,

Joana Reis