segunda-feira, 21 de junho de 2010

RADICAIS LIVRES (ERO) , ALIMENTOS ANTIOXIDANTES , SOBREPESO

RADICAIS LIVRES

Radical livre é um termo leigo. Os pesquisadores preferem a nomenclatura ERO - Espécies Reativas do Oxigênio, pois, em sua maioria, são derivados do metabolismo do oxigênio.

Atualmente, se aceita que os radicais livres (stress oxidativo) façam parte de praticamente todas as patologias.

Exemplos:

- Câncer (mutações)
- Aterosclerose
- Parkinson
- Degeneração da retina
- Demências
- Doenças Auto-imunes
- Hemocromatose (acúmulo anormal de ferro no corpo)
- Doenças Isquêmicas ( Acidente vascular cerebral, infarto cardíaco)
- e o próprio ENVELHECIMENTO (tanto externo/ estético, quanto funcional )

A maneira de combater os radicais livres é diminuindo sua formação ou aumentando a ação antioxidante.

Fontes nutricionais - Antioxidantes

- Vitamina C - frutas cítricas (laranja, acerola, morango) e vegetais escuros (couve, brócolis, tomate)
- Vitamina E - presente no germe de trigo, óleos de soja, arroz, milho, amêndoas, nozes, gema, vegetais folhosos e legumes.
- Vitamina A - cenoura, abóbora, melão, batata doce, entre outros.
- Selênio - mineral encontrado na castanha do Pará, frutos do mar, carne e aves.
- ZInco - mineral também presente em carnes, peixes, aves e leite, além de cereais integrais, feijão e nozes.
- Isoflavonas - substância ativa encontrada principalmente na soja.

obs: Consulte um especialista nutricional, componha sua dieta alimentar de forma saudável, equilibrada e consciente.

Quem sabe assim, você poderá equilibrar suas refeições, com complexo vitamínicos, suplementos alimentares???!!!




Alimente-se bem, pratique exercícios físicos

Recentemente, o Ministério da Saúde publicou pesquisas que relacionam sobrepeso e má qualidade de vida da população brasileira. (fonte-revista EPOCA)
Atribuindo uma melhora as condições da renda mensal e economica do país, de que adianta o indivíduo se alimentar de forma excessiva com alimentos baratos, engordativos e de baixo valor nutricional, beber compulsivamente, e cada vez mais se classificar dentro dos índices de sobrepeso e obesidade ?!?!?

Teoricamente o dinheiro extra não rendeu mais saúde a população. Cada vez mais as pessoas se tornam sedentárias, estressadas beirando as doenças que mais acometem os índices de sobrepeso e obesidade: diabetes e hipertensão, inicialmente sem incluir qualquer outros fatores da síndrome metabólica.

Abram os olhos, SEUS próprios OLHOS, se HOJE você VIVE ASSIM, como viverá seus FILHOS??

Uma ótima semana.
Reflitam!! Pratiquem SAÚDE.

grande beijo

Joana Reis

Nenhum comentário: