sexta-feira, 16 de abril de 2010

YOGA e GESTANTES

foto by web


Yoga para Gestantes !!!


Cabe a mãe garantir um nascimento ao bebê com muito amor e verdadeira alegria.
O mais interessante caminho é a prática de Yoga no período gestacional e pós-gestacional.
A gestação é sinonimo de grandes mudanças na mulher, tanto físicas, quanto emocionais, o Yoga apresenta-se como uma forma integral entre corpo, mente da mãe e do bebê.

A recomendação, como em qualquer prática esportiva ou profilaxa, incluindo o Yoga, é de que a mãe inicie os exercícios a partir do terceiro mês de gestação. Entretanto a mãe pode relaxar e respirar adequadamente desde o primeiro mês, associando uma melhora e resposta as suas futuras aulas.
A partir do quarto mês os desconfortos são amenos, os benefícios e os exercícios do Yoga poderão ser realizados com segurança até o final do período gestacional sem qualquer problema.

Será através de uma prática ESPECIAL que a mamãe conseguirá o equilíbrio do sistema endócrino, por sua atuação sobre as glândulas e todos os outros sistemas também se beneficiarão. Todo o trabalho visa preparar a gestante para a hora do parto.
As técnicas respiratórias trarão uma consciencia corporal auxiliando na hora do parto. O pai também poderá frequentar as aulas, assim as técnicas de equilíbrio e serenidade possibilitarão ao casal momentos mais relaxantes até o final da gestação.
A filosofia do Yoga servirá de apoio para os pais entenderem que seu filho, se formando, estará sob a influência do campo espiritual (qualquer que seja o Divino que carregem dentro de si) e energético desde sua concepção. Os bebês estarão recebendo as cargas das informações emocionais dos pais e, depois do nascimento, estas servirão de núcleo para seu futuro desenvolvimento. É dentro desse aconchego materno que o bebê se formará.
E diante dessas transformações corporais e emocionais da mamãe, indico a prática de Yoga, uma prática milenar que atua profundamente em todo o corpo da mulher grávida, contendo exercícios de alongamento, equilíbrio, limpeza e purificação, bem como correção postural, beneficiando em especial toda a região pélvica. Exercícios respiratórios que promovem maior consciência corporal e mental, onde ela poderá vivenciar plenamente momentos de afeto e comunicação com o bebê.
A gestante deverá procurar um profissional especializado informando-lhe todo o seu quadro gestacional.
Lembrando de se alimentar adequadamente visando uma qualidade de vida, dela e do bebê, como toda pessoa deveria fazer.
A prática de Yoga é indicada também no período pos-parto e após a chegada do bebê. Ainda de forma sutil surgem no Ocidente a prática da mamãe e do seu recem-nascido, apartir dos seis meses de idade.

Informo-lhes em breve sobre Yoga para bebês, Yoga para crianças!

Uma ótima prática: CORAGEM!!

Namastê

Joana Reis





Nenhum comentário: