sexta-feira, 15 de junho de 2007

"a BALANÇA e as revisões das avaliações corporais"


Um dos maiores erros cometidos por quem se engaja em um programa de
perda de peso que envolva dieta + exercícios é medir os avanços
através da balança.
Nosso corpo é constituído por muito mais do que
simplesmente gordura, o que queremos perder é exatamente (e
somente) gordura. Não queremos perder massa muscular, não queremos
perder água, certo? Mas a balança só mostra o conjunto, uma
balança comum não mostra o quanto de gordura você perdeu, portanto
a balança acaba sendo uma grande armadilha.
Ao fazer exercícios você estará ganhando massa muscular,
principalmente se você sai de uma condição de total sedentarismo.
Mesmo sem fazer exercícios específicos para desenvolvimento
muscular, ao andar, correr, nadar, etc, você estará também
fortalecendo e criando mais músculos. Músculos pesam mais que
gordura. E em um programa em que a pessoa faz exercícios 5 vezes por
semana, ao final de 2 semanas ela pode ter uma surpresa ao se pesar
e descobrir que não perdeu uma grama sequer, ao contrário, ela
ganhou peso. A pessoa então, desanimada, pensa que todo o seu
esforço foi em vão e pára com os exercícios, geralmente pegando
ainda mais pesado na dieta, chegando até a passar fome (que é a
pior opção). É muito comum o ganho de massa
muscular, principalmente no começo ser maior em peso do que a
quantidade de gordura perdida, portanto, uma balança normal não
oferece uma medida exata do que está ocorrendo com o seu corpo.
O ideal é pesar-se numa balança que também dê o percentual de
gordura, músculo, assim como o percentual de água no corpo.
Além disso é importante usar a boa e velha fita métrica para
medir cada área do seu corpo onde a gordura se acumula (cintura,
quadris, peito, braços, coxa). Aí sim você terá um retrato mais
exato dos seus avanços ao longo do tempo.
Outra dica é sempre se pesar no mesmo horário (o ideal é de manhã
logo ao levantar), o percentual de gordura e água flutuam durante o
dia, além do seu peso se alterar devido aos alimentos ingeridos,
exercícios, água perdida, etc, portanto, se você se pesa cada dia
num horário diferente, você não tem como medir resultados.

Conclusão:
Dieta e exercícios são fundamentais para a perda de peso e um possível emagrecimento.
Quantificar calorias, ou seja, tudo o que você teria que gastar em uma sessão de treinamento é de suma importância, consequentemente você poderá quantificar sua reeducação alimentar e sua dieta.
A avaliação funcional/física no programa de emagrecimento ou de estética, tem um potencial grande onde classificamos até mesmo nossa metodologia e elaboração do treinamento aplicado, além de ser um comparativo ao longo dos exercícios praticados.

Grande abraço a todos..
Sejam DETERMINADOS.

Um comentário:

Graciela Lize disse...

Aí aí, preciso ler mais seu blog,rsrsrs, adorei...
beijos mil e se puder me visite tá.